Os impostos locais sobre a habitação deixarão de aumentar a partir de 2023, anuncia a coligação governamental. O aumento será aplicável a partir de 2025

Last updated on: Published by: set 0

Os impostos locais sobre a habitação não serão aumentados a partir do próximo ano. A coligação governamental riu-se. Eliminaria a proposta aprovada pelo Senado que aumentaria os impostos em 50%. Provavelmente seria aumentado a partir de 2025.

No Senado, há várias semanas, foi aprovada uma alteração segundo a qual o valor tributável das casas aumentaria a partir de 1o de Janeiro até 50%. Por defeito, os impostos locais também teriam aumentado.

Os prefeitos se revoltaram: temiam que isso pudesse afetá-los negativamente do ponto de vista eleitoral para as eleições de 2024.

Assim, agora na Câmara dos Deputados, a coligação governamental renuncia a este aumento. PSD Deputado Alfred Simonis, na Comissão do orçamento:

“Um aumento dos impostos locais não passará, a forma que será adotada com base nas alterações apresentadas pela coligação eliminará geralmente esses aumentos em 50%.”

Ao mesmo tempo, a entrada em vigor da tributação dos imóveis segundo a rede notarial, ou seja, o valor real de mercado, é adiada.

O aumento e estas alterações não se aplicariam até 2025:

“A partir de 2025 ou 2026, quando estaremos prontos para o fazer. Considerar normal que um edifício no centro da capital, que pode custar vários milhões de euros, tenha um imposto sobre a construção de várias centenas de leis por ano, não me parece normal.”

Se o aumento do valor tributável tivesse sido aplicado, um apartamento actualmente avaliado em 100.000 euros teria sido avaliado a partir do próximo ano em 150.000 euros, e o imposto pago teria aumentado de 100 para 150 euros.